Degradação humana promovida pelo MMA será retratada pelo site UOL

Portal apresenta série de reportagens especiais e mostra todo o caos em torno da luta, que não possui legislação específica e não é considerado esporte no Brasil

Uma luta focada em cifras milionárias. Para alcançar a tão desejada conta corrente com mais de sete dígitos, milhares de atletas se submetem a um verdadeiro espetáculo de degradação do corpo. Neste ringue (chamado de octógono) não há legislação para regulamentar e resguardar a integridade física do atleta. A luta em questão, o MMA (Mixed Martial Arts em inglês), não é reconhecida como esporte e nem mesmo como arte marcial por muitos atletas e organizações ligadas ao tema.

Desde 2009, o deputado federal José Mentor (PT-SP) tem chamado a atenção para os riscos dessa luta, que segundo ele, gera lucro para poucos, às custas da glamorização da violência, da agressão física e da degradação do ser humano. O deputado trabalha para aprovar uma lei que proíbe a transmissão de lutas violentas e não olímpicas na tevê aberta e fechada.

Esta semana o site UOL deu início a uma série de reportagens sobre o mundo das lutas longe dos holofotes do UFC. A série #MMAsemlei terá quatro capítulos e já pode ser acessada na sessão de esportes do portal (clique aqui e confira).

Na primeira parte, a série mostra como os promotores tentam, a sua maneira, colocar ordem nesse caos. O segundo capítulo relata a experiência de um jornalista que nunca treinou (sexta, dia 27) e, mesmo assim, foi chamado para subir no octógono. A terceira parte conta a história de lutadores sonhadores (sábado, dia 28). O final traz relatos trágicos se quem se arriscou e pagou caro por isso (segunda, dia 30).

(#RedeJoseMentor, com informações do portal UOL Esporte)

Imagens: Reprodução 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *