Dias 24 e 27: Todos e todas às ruas para defender a democracia

Grande ato será realizado no Largo da Batata no dia 24 e contará com a presença de Fernando Haddad, Manuela D’Ávila e Guilherme Boulos pela defesa da democracia
 

Os últimos dias são cruciais para a democracia brasileira. Ou o país retoma o rumo da soberania, da garantia de direitos, da força do povo e do desenvolvimento ou o Brasil cairá em um obscurantismo sem tamanho. Não se trata mais de um e eleição comum, mas sem da escolha entre um projeto que representa uma frente ampla democrática e o lado do capital reacionário, do neoliberalismo que mata, que retira direitos e enriquece os patrões.

Por isso, os movimentos sociais, os partidos democráticos e populares e o povo convoca para duas importantes datas. No dia 24 será realizado o Grande Ato da Virada em São Paulo em defesa da democracia com a presença de Fernando HaddadManuGuilherme Boulos, e contra a ameaça antipovo, fascista que representa Jair Bolsonaro. Clique aqui para convidar amigos, familiares e confirma presença no evento.

O ato acontecerá às 17h, no Largo da Batata em São Paulo e é organizado pelas frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo. Também estarão presentes diversos artistas, intelectuais e lideranças de movimentos populares que irão prestigiar a manifestação em defesa da democracia.

O secretário Nacional de Movimentos Populares e Políticas do PTIvan Alex, falou sobre a importância de todos se unirem em prol desse ato. “Esse ato é a chance de sairmos da nossa individualidade e juntos unirmos forças, os movimentos sociais, os partidos de esquerda, é hora de mostrarmos que podemos dar a virada política que o Brasil tanto precisa”.

Ivan também afirmou que é um momento de resistência, em que cada pessoa precisa mostrar a força que tem para conquistar os votos daqueles que ainda estão indecisos e que não perceberam que Bolsonaro é uma grande ameaça à democracia e ao país como um todo. É necessário debater e trocar ideias para mostrar às pessoas que Haddad é a única opção.

“Esse ato irá fortalecer e energizar a todos para que nas voltas para suas casas, para suas escolas, seus locais de trabalho estejam mais preparados e com mais elementos para fazer a virada. É a hora de dialogar com o povo sobre o que está em jogo nessas eleições”, afirmou o secretário que também é dirigente da Frente Brasil Popular.

27 de outubro, dia nacional de mobilização pelo Brasil

Na véspera da eleição acontecerá o último dia de mobilização para que Fernando Haddad se torne o Presidente do Brasil. Os movimentos e partidos irão se organizar para que ocorram manifestações por todos os cantos desse país.

O objetivo é reforçar o apoio ao único candidato que é capaz de fazer o povo voltar a ser feliz: Fernando Haddad. É hora de uma grande mobilização nacional pelo Brasil.

O povo irá às ruas para mostrar que o projeto que o Brasil precisa não envolve ódio, violência, preconceito, nem discriminação. O projeto de Haddad é o que pode devolver o país para a reta de crescimento.

(Da Redação da Agência PT de Notícias)

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *